O QUE É SUPORTE BÁSICO DE VIDA (SBV – BLS)?

As normas do European Resuscitation Council (ERC), relativamente ao suporte básico de vida (SBV) e da American Heart Association (AHA) em relação ao basic life support (BLS), representam o estado da arte quanto aos procedimentos a adotar perante uma vítima em parada cardiorrespiratória (PCR). A PCR é um acontecimento súbito, constituindo-se numa das principais causas de morte na Europa e nos Estados Unidos da América. Afeta entre 55 e 113 pessoas / 100.000 habitantes, estimando-se entre 350.000 e 700.000 indivíduos afetados por ano, só na Europa. A análise efetuada dos equipamentos de desfibrilação externa automática (DEA) utilizados logo após uma parada cardíaca, indica uma elevada percentagem (76%) de vítimas com um tipo de incidente arrítmico particular: Fibrilação Ventricular. Constitui-se assim como fundamental a intervenção rápida de quem presencia uma PCR, com base em procedimentos específicos e devidamente enquadrados pela designada Cadeia de Sobrevivência. A Cadeia de Sobrevivência interliga os diferentes elos, que se assumem como vitais, para o sucesso da reanimação:

  • Ligar 192
  • Reanimar
  • Desfibrilar 
  • Estabilizar

Os procedimentos preconizados, quando devidamente executados, permitem diminuir substancialmente os índices de morbidade e mortalidade associados à PCR e aumentar, de forma significativa, a probabilidade de sobrevivência da vítima.

 

REANIMAR

Enquanto aguarda a
chegada do SAMU,
iniciar de imediato
manobras de SBV.

ESTABILIZAR

A qualidade dos
cuidados após a
reanimação determina
a qualidade de vida
após PCR.

DESFIBRILAR

O atraso na
desfibrilação pode
comprometer a vida
da vítima em PCR.

 

No intervalo de tempo que transcorre entre a ativação e a chegada dos serviços de emergência ao local da ocorrência, a execução de manobras de SBV assume uma importância fundamental. O reconhecimento da PCR refere-se a uma situação em que a vítima está não reativa (não responde quando estimulada) e não respira normalmente, pelo que devem ser iniciadas de imediato manobras de reanimação, logo após ter sido efetuada a chamada para os serviços de emergência. O SBV consiste em duas ações principais: compressões torácicas e insuflações. O início imediato de manobras de SBV pode, pelo menos, duplicar as hipóteses de sobrevivência da vítima.

Fonte: Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM). Serviço Nacional de Saúde. República Portuguesa.

 

 

Comentários

comentários